Segunda, 18 de Outubro de 2021
28°

Muitas nuvens

Cuiabá - MT

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão aprova proposta que condiciona revogação de medidas protetivas à oitiva prévia da agredida

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Para Rejane Dias, é importante o juiz verificar se a mulher agredida não está em risco A Comissão de Defesa ...

24/09/2021 às 11h31
Por: SIGAMT Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Para Rejane Dias, é importante o juiz verificar se a mulher agredida não está em risco - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
Para Rejane Dias, é importante o juiz verificar se a mulher agredida não está em risco - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados aprovou proposta determinando que a revogação de medidas protetivas de urgência do agressor será condicionada à manifestação prévia da mulher vítima de violência doméstica e familiar. Além disso, a proposta determina a realização da chamada audiência de admoestação para a soltura de agressor em caso de revogação de prisão preventiva.

Nessa audiência, o juiz deverá advertir o agressor sobre a necessidade de cumprimento das medidas protetivas que lhe forem impostas. A audiência deverá ser realizada em até 48 horas da decisão de soltar o réu. As medidas são inseridas na Lei Maria da Penha.

O texto aprovado é o substitutivo da relatora, deputada Rejane Dias (PT-PI), ao Projeto de Lei 10019/18, do Senado, e apensados (PLs 6010/19; 8320/17; 2939/15; 3418/19; e 1025/21).

A relatora lembra que "as medidas protetivas têm importante papel de salvar vidas" e que, portanto, antes de tomar a decisão de revogá-las, o magistrado deve verificar a eventual concordância da mulher agredida e que ela não está em risco. Entre as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha, estão a suspensão de porte de arma, o afastamento do lar ou a proibição de aproximação da vítima.

A prisão preventiva é aquela feita no curso da investigação do crime, a fim de garantir a investigação, impedir a fuga ou garantir a segurança das vítimas.

Tramitação
Já aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família, o projeto será analisado agora, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cuiabá - MT Atualizado às 10h53 - Fonte: ClimaTempo
28°
Muitas nuvens

Mín. 25° Máx. 31°

Ter 30°C 22°C
Qua 33°C 23°C
Qui 36°C 24°C
Sex 36°C 24°C
Sáb 38°C 27°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias